Instituto de Química de São Carlos

Espectrofotômetro UV/VIS-NIR JASCO

Ref.: Programa de Equipamentos Multiusuários FAPESP – Projeto Temático 2013/19297-3 – Espectrofotômetro UV/VIS-NIR JASCO modelo V-670.

 I. Alocação do Espectrofotômetro UV/VIS-NIR JASCO modelo V-670

O Espectrofotômetro UV/VIS-NIR JASCO modelo V-670 será alocado no laboratório da Profa. Dra. Agnieszka Joanna Pawlicka Maule. Esse laboratório conta com cerca de 57 m2, divididos em três módulos sendo ~12 m2 reservados para preparação e caracterização de filmes finos e dispositivos eletrocrômicos, ~12 m2 reservados para computadores e trabalho de pesquisa bibliográfica e elaboração de textos para 6 pessoas e ~33 m2 reservados para síntese e caracterização de membranas poliméricas além de outras sínteses orgânicas. Neste espaço, se inclui os reservados para equipamento de análise térmica TGA (TA Instruments, modelo TGA 50), impedancímetro Solartron 1360, câmara seca com sistema de purificação e secagem do ar, capela, 5 estufas, sendo um a vácuo, 3 balanças analíticas, purificador de água (Millipore Milli-Q), duas geladeiras, um micro-ondas, 3 potenciostatos/galvanostatos (dois Autolab, 301N e mini; um Biologic), um espectrofotômetro UV-Vis (HP) três fornos (EDG 5P), um microscópio óptico, um aparelho ultra-som de ponta. Todos os equipamentos deste laboratório tem caráter Multiusuário, e podem ser usados por todas as unidades do campus USP de São Carlos, assim como por outras unidades da USP e de outras Instituições do estado de São Paulo , tais como UNESP e UFSCar.

O Espectrofotômetro UV-Vis é um equipamento relativamente compacto, sendo que juntamente com fonte de alimentação, computador/monitor, ocupa um espaço de aproximadamente 1,5 m2. Ele será alocado na bancada ao lado de potenciostatos/galvanostatos (Autolab 301N, mini Autolab e Biologic) para poder efetuar as medidas espectroscópicas acopladas as medidas eletroquímicas, objetivo deste projeto de pesquisa.
Como o projeto será desenvolvido em colaboração com os Profs. Drs. Carla C.S. Cavalheiro e César O. Avellaneda os mesmos assim como os nossos e seus alunos serão usuários diretos deste Espectrofotômetro após sua instalação. Também, o Espectrofotômetro será disponibilizado a outros usuários que necessitem as medidas espectroscópicas na região UV-Vis.

II. Disponibilidade de Recursos Humanos e Materiais para funcionamento do equipamento

O laboratório de pesquisa da Profa. Dra. Agnieszka Joanna Pawlicka Maule, onde o Espectrofotômetro será alocado, não possui nenhum apoio técnico laboratorial institucional. Os trabalhos técnicos são efetuados diariamente pelos alunos e pesquisadores do grupo de pesquisa e/ou técnico oportunamente designado. Assim, a manutenção da câmara seca é feita anualmente pelo técnico especializado e contratado, assim como quando necessários são chamados os técnicos para dar a manutenção nos outros equipamentos.
A manutenção dos equipamentos alocados no laboratório da Profa. Dra. Agnieszka Joanna Pawlicka Maule tem sido feita via recursos de reserva técnica dos projetos de pesquisa financiados pela FAPESP, CAPES, CNPq e estrangeiros.

III. Regras para o uso do equipamento

Usuários que tenham interesse em utilizar o equipamento, sejam do IQSC ou de qualquer outra instituição, deverão submeter ao comitê gestor, via e-mail o formulário disponível online na página da Central de Análises Químicas Instrumentais – CAQI, (http://caqi.iqsc.usp.br). Neste deve constar plano de trabalho conciso contendo os principais objetivos do experimento e justificativas da necessidade do uso do equipamento, bem como as informações sobre as substâncias a serem manipuladas. O pedido será analisado pelo comitê gestor, que pode negar o acesso caso haja incompatibilidade do experimento a ser realizado com o ambiente da sala, ou caso o experimento possa ser realizado por equipamento convencional. O agendamento será mensal, mediante preenchimento de formulário específico, priorizando-se os Projetos Associados e Complementares desta solicitação.

Para o Espectrofotômetro UV/VIS-NIR JASCO modelo V-670 será constituída uma Comissão Gestora a qual será composta conforme descrito a seguir:

(i) um coordenador que corresponde ao pesquisador do IQSC responsável pela Proposta EMU;
(ii) o técnico de nível superior e/ou médio responsável pela operação do espectrofotômetro;
(iv) um membro docente envolvido na proposta.

Como Comissão Gestora propões se As Profas. Dra. Agnieszka J. P. Maule e Carla C. S. Cavalheiro e um técnico designado pelo Diretor do IQSC-USP. A Comissão Gestora terá como responsabilidade zelar pelo bom funcionamento do Equipamento multiusuário de forma a manter o fluxo e a demanda de realização de medidas fixando procedimentos, normas e estratégias de utilização estabelecidas em reuniões periódicas da Comissão. Cabe essencialmente a Comissão Gestora, dentre outras responsabilidades:

1. Garantir que não seja estabelecido nenhum tipo de preferência no tempo e na ordem da realização das medidas de maneira a deixar claro o caráter multiusuário do equipamento e a sua disponibilidade para a utilização da comunidade científica;
2. Estabelecer as normas de utilização, forma de encaminhamento de solicitação de análise, e os custos de cada tipo de análise possibilitada pelo equipamento multiusuário adquirido, bem como os custos precedentes com a preparação das amostras;
3. Manter atualizado e garantir a divulgação dos procedimentos a serem adotados pelos usuários para a solicitação e feitio das análises com ampla divulgação através de uma WEBPAGE instalada no servidor da Instituição Sede e da colocação de links nas páginas das unidades colaboradoras;
4. Gerenciar a manutenção do equipamento e a reposição de insumos sempre que esses se fizerem necessários em conjunto com o Técnico Responsável;
5. Garantir a realização de cursos e treinamentos periódicos para a formação de usuários/operadores para que os mesmos possam, uma vez que devidamente treinados, realizar a preparação e a análise de suas próprias amostras.
6. Gerenciar qualquer questão que envolva o equipamento multiusuário e os demais equipamentos que compõem o laboratório de preparação de amostras.

As análises serão realizadas pelo técnico responsável ou por operadores devidamente treinados. O treinamento bem como a realização de cursos de aperfeiçoamento será oferecido periodicamente pelo técnico responsável pelo equipamento e pelo laboratório de preparação de amostras bem como por outros pesquisadores envolvidos na proposta ou na forma de convidados a ministrar cursos e/ou palestras que visem o aprimoramento do conhecimento da teórica e da prática de realização de análises no Espectrofotômetro UV/VIS-NIR JASCO modelo V-670.
A Instituição Sede manterá atualizada uma página Web com todas as informações necessárias para a solicitação e realização de análises e preparação de amostras, bem como a divulgação antecipada da realização dos cursos de treinamento. Também, serão mantidos nessa página os formulários necessários para as solicitações, normas de funcionamento, e formas de contato com os responsáveis pelo laboratório. Nas páginas Web das demais instituições que fazem parte da proposta, será mantido um link em local de fácil visualização que redirecionará os usuários para a página principal do laboratório esperando assim aumentar a divulgação da existência do equipamento e dos serviços oferecidos. Esse link, conforme disponibilidade, também poderia estar disponível na página FAPESP.

A cobrança de eventuais taxas de serviços será feita através de uma das fundações associada à USP-São Carlos, sendo que taxas diferenciadas para as solicitações provenientes de fora da área acadêmica e externos ao IQSC/USP podem ser aplicadas. As despesas de manutenção serão cobertas com as taxas de serviço, mas poderão também ser rateadas de forma proporcional ao uso entre os projetos associados e complementares, conforme decisão do comitê gestor.
Os trabalhos a serem publicados, bem como, teses, dissertações e monografias deverão mencionar o Projeto Individual FAPESP número 2013/19297-3.